1 de jul de 2006

Bordelando

Aqui começa a história recontada!

7 de jun de 2006

A primeira exposição...






Espaço Cultural Renato Russo, 508 sul



Vera Cecília, Lydia Garcia, Regina Aquino
Três das 17 atuais participantes





Bordelando: da ficção para a vida real


Por Solange Pereira Pinto



Quem assistiu “Colcha de Retalhos”, drama estrelado por Winona Ryder, entenderá um pouco mais como começou o grupo Bordelando, com exposição em cartaz no Espaço Cultural Renato Russo, 508 sul, até o dia 9 deste mês.

“Fantasiar, sonhar, tecer idéias em imagens, imaginar, bordar...viver. Mais do que um trabalho, esta exposição é a história de um grupo de artistas que, semanalmente, compartilham experiências, trocam confidências e, principalmente, constroem histórias multicoloridas”, diz Darlan Rosa apresentando a mostra.

O Bordelando nasceu há quatro anos, quando algumas amigas resolveram trazer da tela do cinema para a vida real a idéia de fazer colchas de retalhos. O grupo começou com cinco integrantes, atualmente, comporta 17 e como uma macia colcha a proposta é acolher quem mais quiser chegar.

Revezando as casas, uma vez por semana, é escolhida uma integrante para recepcionar a atividade, com direito a chá, café, biscoitos e quitandas, papo e, muito bordado, é claro.

Quem visita a exposição tem a oportunidade de ver a magia que os encontros proporcionam. São mulheres de 50 a 87 anos, na maioria professoras de artes e música, aposentadas, que se propõem a conservar o que há de mais importante: viver e se relacionar. Com muita criatividade, espontaneidade, elas tecem borboletas, flores, casas, e muitas histórias inventadas e contadas em pontos coloridos.

Vera Cecília Mendonça, uma das bordadeiras, revela que é uma atividade lúdica e prazerosa, “fazemos os bordados de forma livre, o que vale é inventar, criar e não seguir regras. Cada uma faz do seu jeito e no final juntamos as partes”. O resultado? Um trabalho em equipe, com respeito às diferenças, aos tempos individuais, que valoriza a autonomia, a troca de experiências, e, além disso, nos mostra o quanto unir para recontar e recriar a vida com arte traz beleza e harmonia. Vale a pena conferir!



********************************************

7 de mai de 2006

Oficina de bordado


Cada uma tecendo um pedaço de história!




Criança também borda!



Durante a exposição, foram realizadas várias oficinas que resultarão em um grande painel com os trabalhos produzidos pelos participantes.



Conferiremos o resultado na próxima exposição!


**********************************

7 de abr de 2006

Registrando momentos






Além de registrarem histórias através do bordado,
o grupo Bordelando anota curiosidades,
organiza informações,
cola fotografias dos momentos de cada encontro semanal.

É praticamente um diário de bordo.
O que será que ele pode revelar...



Brevemente traremos algumas histórias...



**************************

7 de mar de 2006

Alguns trabalhos


























Os temas e as cores se revezam.
Ora borboleta, ora flor.
Ora casa, ora gente.
Vem o vermelho ou o azul.
O amarelo e o laranja.
Desta aquarela de idéias coloridas vão surgindo pinturas feitas à linha.
Vão nascendo histórias feito arco-íris que surge no ar,
onde cada parte é importante para compor o todo.


*****************************